Conheça os benefícios da castração de cães e gatos

Pets

Quem nunca se perguntou qual é a função da castração? Atualmente, essa é a técnica cirúrgica mais realizada em pets, como gatos e cães. Ela se baseia na retirada dos órgãos reprodutivos de fêmeas e machos. A medida é a mais ética, eficaz e segura para o controle populacional de cães e gatos. E ainda previne doenças, trazendo inúmeros benefícios.

“A castração prematura diminui consideravelmente o risco de a gata e cadela desenvolverem tumores de mama, previne doenças sexualmente transmissíveis e doenças reprodutivas, como cistos ovarianos (em fêmeas), hiperplasia prostática (aumento da próstata em machos), além de excluir completamente a possibilidade de piometra (infecção no útero) ”, elenca a Profa. Dra. Meire Silva, coordenadora de Medicina Veterinária do Unipê.

Em cães castrados entre sete e oito meses de idade, são raros os tumores perianais, estimulados pela testosterona, diz Dra. Meire, que é médica veterinária. A castração evita a propagação de doenças graves, como em cães com características prejudiciais ou doenças hereditárias (hérnias em geral e luxação de patela).

O comportamento melhora? Sim! “Aquele instinto do cão de fazer xixi em todos os cantos da casa para marcar território, por exemplo, tende a desaparecer. E quanto antes a castração acontecer, maiores as chances”, orienta. Fim dos latidos, uivos e miados excessivos que, geralmente, ocorrem por causa do cio, podem desaparecer.

Além disso, a castração de um animal evita sua procriação ou crias indesejadas. “Você está salvando centenas ou milhares de outros, já que, na prática, você está impedindo que outros nasçam e acabem abandonados. Várias ONGs e organizações que atuam na defesa dos direitos dos animais afirmam que castrar é uma medida emergencial das mais importantes para o controle populacional de animais de rua”, pontua Dra. Meire.

Mais benefícios

A Dra. Meire elencou outros benefícios importantes que a castração pode acarretar. Confira:

– Evita gravidez psicológica: algo bem comum em cadelas e gatas, que chegam até a produzir leite sem estarem prenhes;

– Diminui o risco de fugas: cachorros e gatos castrados não têm interesse em sair de casa para buscar cadelas e gatas no cio. Assim, os riscos de morrerem atropelados, envenenados ou simplesmente desaparecerem irá diminuir muito;

– Previne brigas: com a redução da produção de hormônios sexuais, os animais se tornam menos agitados e agressivos, o que ajuda muito a evitar brigas entre machos que vivem na mesma casa;

– Expectativa de vida: principalmente se for feita no animal ainda filhote, a castração aumenta consideravelmente sua expectativa de vida.

Comente sobre esta matéria ;)