Covid-19 pode provocar quadros de trombose

Saúde

Médico vascular Dr. Gustavo Marcatto explica a relação do novo coronavírus com problemas no sistema vascular

            No começo de 2020 o mundo foi assolado pela descoberta de um novo, e perigoso, vírus que, em contato com o ser humano, afetava o pulmão e o corpo de maneira geral, e de forma violenta, levando em muitos casos a óbitos. Não demorou muito e a Organização Mundial de Saúde declarou que o mundo vivia uma pandemia provocada pelo novo coronavírus, causador da grave Covid-19. 

            Naquela ocasião pouco se sabia sobre esse vírus tão letal, e até hoje muita coisa permanece incerta. Mas estudos científicos já apontam alguns dos principais problemas causados pela Covid-19 no organismo. O pulmão é o órgão mais afetado pelo vírus, mas o funcionamento do corpo é amplamente afetado pelo vírus que pode, em muitos casos, provocar até quadros sérios de trombose.

“Estudos recentes afirmam, dão fortes indícios de que a Covid é uma doença vascular e suas complicações são em decorrência, justamente, das lesões provocadas nos vasos sanguíneos, tanto nas oclusões quanto nos processos inflamatórios. E isso, aumenta, de fato, o risco de trombose”, explica o médico vascular Dr. Gustavo Marcatto, de São José do Rio Preto e que também atende na Human Clinic, em São Paulo.

Existem vários níveis de trombose, mas o importante é saber que ela é provocada pela formação de coágulos sanguíneos, que impedem o funcionamento e o fluxo adequado do sistema vascular. “O coágulo é o mecanismo da lesão que causa trombose. Quando esse coágulo acontece na veia da perna, chamamos de trombose venosa profunda. O sangue fica mais espesso, viscoso e isso estimula a coagulação do sangue, formando ali uma espécie de bolinha, levando à trombose”, diz o Dr. Gustavo. 

A trombose se dá em dois níveis: nas veias da perna, levando a um desconforto, com dores, e inchaço e também a nível sistêmico, o que é mais grave podendo, até, levar à morte. “Quando o trombo (o coágulo) se desprende, passa a percorrer toda a circulação. Na grande maioria das vezes, pela anatomia da circulação do coração, esse trombo vai parar no pulmão causando a embolia pulmonar, uma das complicações mais graves da trombose, já que pode causar a morte. Por isso é sempre tão importante prevenir a trombose”, alerta o médico vascular.

Mas como a infecção pelo novo coronavírus pode causar a trombose? De acordo com o doutor Gustavo Marcatto, e os recentes estudos feitos nessa área, o vírus provoca um processo inflamatório na circulação, já que o corpo tenta, de forma desordenada, combater o invasor. A coagulação passa a acontecer de forma excessiva para ‘cicatrizar a ferida deixada pelo vírus’. “A inflamação provocada pela Covid-19 estimula a formação de coágulos, a causa da trombose, quando as veias são atingidas por obstruções Então, com a pandemia, estamos vendo frequentemente, o aumento da trombose venosa profunda e em outros locais do corpo, como no pulmão. Algumas pessoas chegam até a perder a audição, tudo por causa da trombose causada pela Covid”, relata o especialista. 

Ainda segundo ele, esses casos de surdez ou zumbidos no ouvido em pessoas que já tiveram Covid, é por conta da trombose na artéria que fica no nervo do ouvido. “Esse nervo perde a irrigação e não consegue mais trabalhar, levando o paciente a perder a audição em decorrência disso”, completa Gustavo.

Vale lembrar que pacientes que já têm comorbidades, como obesidade, tabagismo, correm mais risco de desenvolver essa trombose provocada pela Covid-19. Cientistas e médicos em todo o mundo continuam estudando a relação da trombose com o novo coronavírus, assim como meios para sanar mais esse problema diante da terrível doença que só aqui no Brasil já provocou quase 600 mil mortes.

Comente sobre esta matéria ;)