Você sente falta dos flertes no ambiente de trabalho?

Comportamento & Sexo

Independente de certo ou errado, os brasileiros tem sentido falta dos flertes no ambiente de trabalho, é o que revela uma pesquisa realizada com mais de 1.600 usuários do app Inner Circle: um romance de escritório é muito atraente e 58% já se relacionaram com alguém do trabalho, mas quase seis em cada 10 solteiros sentem que a vida amorosa foi comprometida pela pandemia 

A pandemia do novo coronavírus pode ter acabado com aquele romance de escritório que, muitas vezes, pode até ser constrangedor, por outro lado, este é um bom momento para os solteiros se conectarem com alguém que normalmente não fariam. Para aquelas pessoas ambiciosas, que correm atrás de seus objetivos, o match perfeito é a sorte não só nos negócios, mas também na paquera. Uma pesquisa realizada pelo Inner Circle, aplicativo de relacionamento global criado para ajudar os solteiros a encontrarem o seu verdadeiro match, ouviu mais de 1.600 usuários brasileiros, e descobriu que eles se declaram pessoas ambiciosas (77%), mas a pandemia não tem contribuído para que alcancem as metas do coração. 

Equilibrando a balança entre trabalho e vida amorosa, os solteiros revelaram que já namoraram ou tiveram um encontro com alguém que conheceram no trabalho (58%). Porém, o home office tem atrapalhado as prospecções, de um bom match, claro! Além de não favorecer os encontros como a rotina tradicional do trabalho, muitos participantes sentem falta do clássico happy hour, que consideram um bom momento para a paquera, sendo que 61% já conheceram alguém interessante em uma cervejinha após o trabalho. Com o home office, 36% disseram que é menos provável que queiram sair de casa quando o expediente termina. Isso pode estar ligado ao fato de que as pessoas estão trabalhando mais agora do que antes da pandemia (49%). Por outro lado, diante do isolamento, 32% afirmaram que estão mais propensos a planejar encontros para ter algum contato social. 

Para esses solteiros, trabalhar do escritório aumenta as chances na busca de um match para a vida. Isso porque eles estão abertos a namorar ou ter um encontro com alguém do trabalho (65%), pois, de certa forma, a “comodidade” de já conhecer um pouco mais a pessoa (47%) facilita o jogo da paquera. Também é mais provável que o match já combine com a rotina diária (34%) e, no trabalho, é possível conhecer a pessoa com o tempo (26%). E tem até os mais ousados que dizem que o flerte no escritório é emocionante por quebrar as regras (8%). A maior parte deles, inclusive, revelou que já usou um app de namoro no trabalho (51%) e até já viu algum colega na plataforma (80%). 

Durante a quarentena, a maioria dos solteiros encarou como maior desafio a falta do contato físico (54%). Não conhecer as pessoas mais a fundo (23%) e ter encontros apenas online (8%) também foram problemas que a pandemia gerou para a vida amorosa. E mais da metade revelou que agora está usando mais os aplicativos de namoro, já que estão trabalhando de casa (55%). 

Do total de participantes da pesquisa, 53% são homens e 45% mulheres, que atuam nas áreas de Saúde (15%), Administração de Empresas (12%), Marketing e Comunicação (9%), Direito (8%), Engenharia (7%), Tecnologia (6%), Arte e Design (5%), Finanças (4%), Consultoria (3%), Educação (3%), Recursos Humanos (2%), Turismo (1%), Moda (1%), Educação Física (1%), Contabilidade (1%) e Serviço Social (0,24%), além de outras (15%). 

Uma parte desses profissionais deixou o home office e voltou para o escritório (24%), enquanto alguns ainda mantém o trabalho remoto (30%). Já 21% nunca deixaram de ir para o escritório e 13% estão trabalhando de casa, depois de voltar à empresa por um tempo. Distante de voltarmos para uma rotina “normal”, 57% acreditam que os escritórios fechados e o trabalho em casa afetam pelo menos um pouco conhecer um parceiro na vida real. 

Por conta de todo o cenário atual, os solteiros ainda afirmaram que estão conhecendo menos pessoas em que estão romanticamente interessados durante a pandemia (56%). Eles acreditam que isso se deve ao fato de não estarem indo a bares e restaurantes (41%), a baladas e festas (33%) ou até mesmo por sentirem que as pessoas não estão interessadas em paquerar ou ter encontros (30%) neste momento. 

Embora os happy hours e flertes no escritório não sejam mais possíveis neste momento, os solteiros podem aproveitar para sair da zona de conforto e explorar o novo, apostando na paquera online, é o que recomenda o fundador e CEO da Inner Circle, David Vermeulen: “É fácil se sentir sozinho e isolado do universo da paquera quando se trabalha em casa. No entanto, como os encontros pessoalmente e a opção de conhecer pessoas na vida real agora estão limitados para todos, mais solteiros estão recorrendo a aplicativos de namoro para encontrar matches durante a semana de trabalho. Se você permanecer proativo e manter um forte equilíbrio entre vida pessoal e profissional, ainda encontrará tempo para investir em conhecer alguém novo”.

Comente sobre esta matéria ;)