SeaWorld San Antonio (TX) celebra história de sucesso de resgate de bebê beluga

Cidade

Parque do Texas é escolhido para ser o lar do animal – encontrado encalhado e após reabilitação avaliado como incapaz de retornar à natureza pela NOAA

O SeaWorld San Antonio, no Texas, deu as boas-vindas à beluga Tyonek – que chegou no parque após uma viagem de seis mil quilômetros. Ela foi a primeira beluga de Cook Inlet (população mais isolada e geneticamente diferenciada entre as cinco que habitam o Alasca) a ter sucesso em um processo de resgate. A equipe de resgate do SeaWorld juntou-se ao time do Alaska SeaLife Center (ASLC) e do National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) para coordenar o transporte do bebê beluga para seu novo lar. Tyonek está se aclimatizando em seu novo ambiente e recebe cuidados 24 horas da equipe de veterinários do parque.

Tyonek tinha menos de um mês de idade quando foi encontrado encalhado em Cook Intlet, no Alasca, por oficiais estaduais e federais, em setembro. Depois de ficar meses sob monitoramento e cuidados no Alaska SeaLife Center, a NOAA determinou Tyonel como não apto a ser devolvido à vida selvagem. De acordo com a NOAA, Tyonek é dependente nutricional e social e apresenta falta de habilidades de sobrevivência e socialização – que são essenciais para viver sozinho na natureza.

O SeaWorld San Antonio foi selecionado pela NOAA pois é “o melhor local para Tyonek se desenvolver. ”

“Nós estamos muito gratos ao Alaska SeaLife Center e a todos os aquários parceiros envolvidos, que trabalharam incansavelmente para cuidar de Tyonek nesses primeiros meses críticos, ” disse Chris Oliver, assistente administrativo da NOAA. “Tyonek é um embaixador de sua espécie e estamos animados para que o público aprenda sobre as belugas de Cook Inlet no parque. ”

“Tyonek tem uma história incrível que queremos compartilhar com os nossos visitantes, fãs e pessoas em todo o mundo. No parque todos aprenderão mais sobre as espécies e como podemos protegê-las,” disse Chris Bellows, vice-presidente de Operações Zoológicas do SeaWorld San Antonio.

Tyonek permanecerá nos bastidores do parque, na área de cuidados veterinários, por várias semanas enquanto se acostuma ao seu novo lar.

“Nós estamos orgulhosos por termos feito a nossa parte no cuidado contínuo de Tyonek, junto do governo federal e de outros aquários certificados que nos ajudaram desde o seu resgate, ” disse o chefe de Zoológico do SeaWorld, Dr. Chris Dold. “Especialistas de todas as partes da América do Norte se uniram para dar a Tyonek uma segunda chance de vida, e esse é o resultado de horas incontáveis de trabalho de pessoas dedicadas e apaixonadas”.

“Ter a chance de ajudar a reabilitar Tyonek no ano passado foi um dos momentos mais gratificantes da minha carreira. Nós esperamos que essa história inspire os milhões de visitantes do SeaWorld a cuidar dos animais selvagens e seus habitats,” disse Scott McCoy, curador assistente do SeaWorld San Antonio. McCoy passou algumas semanas no Alasca em novembro do ano passado junto de outras agências parceiras, cuidando 24h de Tyonek naqueles primeiros meses críticos.

O filhote é membro da população de belugas de Cook Inlet, a qual, de acordo com a NOAA, conta com aproximadamente 328 animais. Especialistas do Alaska SeaLife Center acreditam que a baleia estava encalhada há algumas horas em condição de fraqueza, mas sem evidências de traumas físicos mais graves. É provável que a mãe tenha o abandonado ou morrido, então não havia a opção de juntá-los novamente. Desde outubro, os especialistas do SeaWorld, Georgia Aquarium, Shedd Aquarium, Mystic Aquarium e Vancouver Aquarium ajudaram a cuidar de Tyonek 24 horas por dia.

O SeaWorld Parks & Entertainment opera um dos programas mais respeitados de resgate de animais marinhos doentes ou machucados, com objetivo de reabilitá-los e devolvê-los ao oceano. Os especialistas do SeaWorld já ajudaram mais de 31 mil animais que precisavam de ajuda – doentes, machucados, órfãos ou abandonados – por mais de cinco décadas. 

Comente sobre esta matéria ;)