Bomba de retirada de leite manual e elétrica: os prós e os contras

Cidade

Elas são uma ajuda e tanto na rotina das mães, mas em qual versão devemos investir?

            A extração do leite materno é necessária em várias situações: esvaziar as mamas quando elas estão muito cheias, no momento em que a mãe precisa voltar a trabalhar ou não pode amamentar o filho na hora certa por alguma outra razão, no caso de bebês prematuros, se a mulher precisa estimular a produção do leite, no caso de mamilos invertidos ou com rachaduras muito profundas ou quando ela quer fazer a doação do líquido para outras crianças. Nesses casos, ela pode fazer a extração manualmente ou utilizar bombinhas próprias para esse fim. Elas estão disponíveis em versões manuais e elétricas e muita gente fica na dúvida sobre qual é a melhor opção. Abaixo um manual sobre os prós e contras de cada uma:

MANUAL

Prós

– Mais baratas

– Pequenas e fáceis de transportar

– Não exigem tomada ou pilha

– A mulher controla a força da sucção

– É mais silenciosa

Contras

– Demora mais para tirar o leite

– Exige mais coordenação motora

– O processo é mais cansativo


ELÉTRICA

Prós

– O processo é menos dolorido

– É mais fácil retirar o leite e não cansa

– Funciona bem em mulheres que têm mamilo invertido ou plano

– Em pouco tempo é possível tirar uma boa quantidade de líquido

Contras

– São mais caras

– Necessitam de pilhas ou tomada para funcionar

– Por serem elétricas, são mais suscetíveis a panes e podem precisar de assistência técnica

– A sucção não é controlada pela mulher

Comente sobre esta matéria ;)