5 alimentos essenciais para uma boa digestão

Cidade

Nutricionista elenca itens indispensáveis no cardápio para ter um intestino regulado

Barriga inchada, mal humor, constipação e sensação de “estufamento“ são algumas das principais consequências do intestino preso. De acordo com Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, uma das principais causas do intestino desregulado é a combinação entre o consumo excessivo de açúcar, gordura e embutidos e a baixa ingestão de fibras e água.

Por isso, em muitos casos, o incômodo pode ser evitado com uma alimentação balanceada incluindo nas refeições diárias os alimentos abaixo:

  1. Massas integrais

Quem disse que pãezinhos não podem fazer parte de uma dieta saudável? Para quem não consegue abandonar a delícia, uma dica é substituir os brancos pelos integrais, que têm mais fibras na massa. Além dos pães, outros tipos de massas podem ser consumidos em sua forma integral, como macarrão, bolos e biscoitos, mas sempre com moderação, evitando os excessos.    

  1. Mix de Nuts

As oleaginosas, além de fortes aliadas da pele, cabelo e unhas, são ricas em gorduras boas e vitaminas. “Elas são perfeitas para um lanchinho entre as principais refeições e podem dar um toque especial às saladas, risotos e iogurtes”, conta.

  1. Água

Beber muita água durante o dia não é só importante para a hidratação corporal, mas também para que os órgãos digestivos trabalhem melhor. Além dos alimentos que contêm fibras, o líquido também é essencial para a formação do bolo fecal e facilita os movimentos peristálticos.

  1. Granola

Com aveia, castanhas e uvas-passas em sua composição, ela é rica em fibras solúveis e insolúveis, que auxiliam no bom funcionamento do intestino. “As granolas ainda podem ser consumidas com iogurte e frutas”, explica.

  1. Frutas Secas

As variedades de frutas secas são ótimas para a reposição de vitaminas e nutrientes e possuem uma concentração maior de fibras, portanto são ótimas para estimular as funções intestinais. 

 

Comente sobre esta matéria ;)