4 passos para escolher a frigideira perfeita

feat2 Gastronomia

Quais características e materiais considerar no momento da compra? 

Indispensável em qualquer cozinha, as frigideiras podem servir tanto para realizar uma parte da receita, quanto para o preparo de um prato completo. As opções são muitas: com tampa, sem tampa, quadrada, redonda, rasa, funda. De inox, alumínio, cobre, ou ferro, revestida em material antiaderente ou cerâmico. Cada uma oferece diferentes funcionalidades, e é indicada em preparos específicos.

Para não errar no momento da escolha, é importante considerar os quatro passos essenciais: material, revestimento, cabo ou alças e tampa. Vamos?

Frigideira não é tudo igual

Inox: mantém os alimentos saudáveis e com sabor natural, além de um cozimento rápido e uniforme.

Ferro: suporta altas temperaturas e aquece rapidamente. Excelente para dourar e selar carnes. 

Alumínio: ideal para saltear ou fritar.

Cobre: perfeita para ir à mesa pois mantém os alimentos aquecidos. 

Qual melhor se encaixa na rotina?

Revestimentos:

Antiaderente: fácil de limpar e livre de PFOA. É ideal para carnes mais delicadas, permitindo o preparo sem óleo. 

Cerâmico: alta resistência e menos risco de danos. Ideal para selar e dourar carnes. 

Sem revestimento: conservam as características dos materiais originais.

Manuseio com conforto e segurança

Cabos e Alças:
Baquelite, antitérmico e silicone: estes tornam o manuseio mais confortável e seguro, pois possuem característica antitérmica que diminui a sensação de calor. Não podem ir ao forno. 
Cabos sem revestimento: ótimo para dar aquele toque especial na hora de finalizar o prato, o cabo sem revestimento permite que a frigideira seja levada ao forno. Lembre sempre de manusear com luvas térmicas. 

Com ou sem tampa?


Cozinha mais limpa e maior praticidade! Os modelos de vidro ainda facilitam enxergar o alimento durante o cozimento sem precisar destampar.

Comente sobre esta matéria ;)