Receitas para reaproveitar itens da ceia de Natal

Natal / Reveillon Receitas

Com o intuito de ajudar os consumidores a evitarem o desperdício na cozinha nesse fim de ano, a Sadia, marca de alimentos mais valiosa do Brasil e Top of Mind em 2020, preparou algumas receitas saborosas para o almoço do dia seguinte da ceia de Natal. Com esse tempo a mais para curtir os temperos, amolecer grãos e “pegar” mais sabor, as receitas abaixo são sugestões versáteis que, além de gostosas, evitam o desperdício e são ideais para diversificar as possibilidades do uso das proteínas características de fim de ano.

Uma das inspirações de Sadia é o Tosta de Peru . Deve-se separar as sobras do peito de Peru Temperado sem osso Sadia, dois pães italianos grandes cortados em fatia de 1 dedo de espessura, quatro dentes de alho descascados, quatro tomates bem maduros, uma xícara de chá de azeitonas pretas sem caroço e meia xícara de chá de azeite, além de alguns ramos de alecrim. Com tudo em mãos, o mestre cuca corta o Peito de Peru Temperado sem osso Sadia em fatias finas, leva as fatias de pão para torrar no forno ou torradeira e, nas fatias ainda quentes, esfrega os dentes de alho, para aromatizar. Em seguida, corta-se os tomates ao meio e também esfrega nos pães. Depois, é hora de bater as azeitonas com o restante dos tomates (as partes que sobraram após esfregá-los nos pães) e distribuir o molho pelas fatias de pão. Por cima, é só posicionar as fatias finas de peru, regar com azeite e finalizar decorando com algumas folhas de alecrim.

Outra opção é investir em Mini sanduíches de pernil . Basta pegar as sobras do pernil desossado e temperado Sadia usadas na ceia, uma colher de sopa de azeite, uma cebola descascada e cortada em fatias finas, dois pimentões vermelhos ou amarelos cortados em fatias finas, vinte mini pães rústicos, um pote de geleia de frutas vermelhas e folhas de agrião. Em seguida, é hora de colocar a mão na massa. Em uma panela de pressão, selar a carne cortada em cubos no azeite quente até que todos os pedaços fiquem bem dourados. Juntar e cebola e os pimentões e refogar. É preciso cobrir o conteúdo da panela com água e cozinhar na pressão por uma hora. Retirar a pressão da panela e desfiar a carne (se tiver ainda com muito líquido, deixar secar). Abrir os pães, espalhar a geleia, adicionar o pernil desfiado e as folhas de agrião e está pronto para servir.

Mas antes de mais nada, é importante lembrar de conservar bem os alimentos prontos no dia anterior. É preciso deixar tudo sempre coberto, em uma vasilha com tampa ou passando o filme plástico. Manter os pratos separados também, isso evita a contaminação cruzada, ou seja, não misturar as sobras em um mesmo recipiente, garantindo assim a qualidade das produções. Os alimentos podem ser conservados na geladeira por até três dias após o preparo e, depois desse período, é preciso congelá-los da maneira desejada, seja desfiado ou em pedaços. E também não pode esquecer que após congelado, tem somente um mês para usá-lo em alguma receita.

Por fim, deve-se evitar expor os alimentos da geladeira ao calor quando for preparar, sendo assim tire as “sobras” da geladeira apenas no momento de preparo. O controle de temperatura é primordial para manter a qualidade do alimento e, não esqueça, vale guardar os líquidos que as proteínas “soltam” no cozimento para ajudar a hidratar. Portanto, guarde a proteína e regue com o líquido, e aí sim, adicione o filme plástico.

Para os Chefs de plantão se inspirarem ainda mais, tem mais opções no hub de receitas da Sadia: http://www.sadia.com.br/quantomaisvocesabe/receitas/http://www.sadia.com.br/quantomaisvocesabe/receitas/

Comente sobre esta matéria ;)