Pancadas na cabeça: como identificar os sinais de lesões mais graves e o que fazer

Cidade

O Dr. Felipe Saad, médico neurocirurgião do Hospital Albert Sabin, explica o que pode ocorrer com o cérebro e como se deve agir após um forte impacto na cabeça.

Obviamente que bater a cabeça nunca é bom. Entretanto, existem sinais, os chamados “alarmes” que, quando presentes, obrigam o paciente a procurar assistência médica. Perda de consciência, perda de memória, confusão mental, sonolência excessiva, vômitos, dor de cabeça que não melhora com analgésicos ou que recorre ao longo dos dias, perda de força, alteração visual e crise convulsiva são alguns deles.“O maior risco é a formação de hematomas intracranianos, que podem ser de evolução muito rápida com sintomas imediatos, ou de evolução lenta, com sintomas nos dias subsequentes”, explica o Dr. Felipe Saad, médico neurocirurgião do Hospital Albert Sabin  (HAS). 

Nesses casos de maior gravidade, ou seja, quando o paciente é conduzido ao pronto atendimento, o médico garantirá, em primeiro lugar, que a vítima de traumatismo respire bem. Em seguida que tenha bom funcionamento cardiovascular e, na sequência, avaliação neurológica. Os exames serão averiguados por especialistas das partes do corpo afetadas. No caso de traumatismo isolado na cabeça, realiza-se tomografia computadorizada de crânio e essa deverá ser minunciosamente analisada por um neurologista. Para qualquer vítima de traumatismo de alta energia, como, por exemplo, uma queda de altura, deve-se em primeiro lugar chamar o atendimento de emergência.

Esse serviço responde pelo telefone 193 na maioria das cidades brasileiras. “Se não tiver treinamento para atendimento de vítimas em urgência, não se deve mexer e tentar evitar que ela se mova até que o socorro chegue. Proteger o local para evitar novos acidentes é extremamente importante”, adverte o médico. Popularmente, diz-se que o indivíduo que sofre uma forte pancada na cabeça não deve dormir.

O Dr. Felipe explica que não é bem assim, ou seja, o sono não acarretará maiores danos na condição do paciente. “Criança pequena não deve dormir pois tem uma capacidade de explicar o que sente mais limitada que um adulto, logo não poderá descrever o que está passando e será difícil saber se a sonolência é devida ao traumatismo ou pelo simples fato de estar com sono. No mais, o rápido socorro é extremamente significativo em qualquer caso de trauma grave e, principalmente, no de cabeça. Quanto mais rápido chegar a ajuda, maiores são as chances do acidentado”, complementa o Dr. Saad. 

Hospital se torna referência na zona oeste de São Paulo.

Com 40 anos de experiência, Hospital Albert Sabin passa por revitalização completa e se posiciona como principal polo de saúde da Lapa e região.

O  Hospital Albert Sabin foi totalmente reformulado, e conta agora com uma infraestrutura completa, com a maior comodidade possível, fator que ajuda amenizar as patologias, pois o bem-estar dos pacientes é fundamental para o sucesso de cada tratamento.

Hoje, totalmente humanizada, a UTI conta com 18 leitos, sendo 2 de isolamento (1 com pressão positiva e outro com pressão negativa), capaz de atender qualquer tipo de patologia com segurança. Além da UTI, o HAS está finalizando a revitalização da fachada, que será totalmente acessível a deficientes físicos e visuais, incluindo piso tátil e rampas para o acesso a cadeirantes. 

Com excelência de atendimento e Certificado Nacional de qualidade, o HAS oferece também total segurança em seu Centro Cirúrgico, que dispõe de avançados recursos tecnológicos, com instalações completas. Realiza exames laboratoriais de imagens e cardiológicos, conta com equipe de nutricionistas, atendimento 24 horas em diversas especialidades médicas, incluso suporte fisioterapêutico.

Entre os serviços de diagnose e terapia, o hospital –  novamente com o que há de mais moderno em equipamentos e com extrema qualidade profissional – oferece Exames Laboratoriais, Anatomia Patológica, Broncoscopia, Colonoscopia, Doppler Transcraniano, Ecocardiograma, Ecodoppler, Eletrocardiograma, Endoscopia Digestiva Alta, Hemodinâmica, Prova de Função Pulmonar, Quimioterapia, Radiologia em Geral, Ressonância Magnética/Angiorressonância, Tomografia Computadorizada/Angiotomografia e Ultrassonografia.

Concluindo sua estrutura, o Hospital Albert Sabin ainda dispõe de amplo Pronto Atendimento clínico e ortopédico, Internações eletivas e de urgência, e cirurgias nas mais diversas especialidades. Tudo com a busca incessante da satisfação total de todos os usuários, sejam pacientes, médicos ou visitantes. 

Serviço

Endereço

Rua Brigadeiro Gavião Peixoto, 123 – Lapa – São Paulo – SP

Central de atendimento

(11) 3838 4655

Comente sobre esta matéria ;)