O dulce de leche argentino: sua origem, suas histórias e nossas dicas!


Cidade Gastronomia

A Entidade de Turismo de Buenos Aires convida você a redescobrir essa iguaria irresistível e viciante, tão boa quanto os equivalentes uruguaio e mineiro

O doce de leite é reconhecido como Patrimônio Cultural Alimentar e Gastronômico da Argetina  E lá são produzidos cerca de 140 mil toneladas desta iguaria, e cada argentino consome 3,5 quilos de doce de leite por ano. 

Essa delícia é conhecida na América Latina com vários nomes, embora a receita base seja comum em todos os lugares: base de leite de vaca, açúcar, essência de baunilha e bicarbonato de sódio. Mas qual é a sua origem? 

Segundo a história tipicamente contada na Argentina, em 1829, na estância de La Caledonia, uma criada de Juan Manuel de Rosas preparava a “lechada”, uma sobremesa de leite fervido com açúcar. Mas acabou fervendo mais que o necessário e, portanto, um doce espesso e marrom foi deixado na panela. Esta história é a mais popular e é considerada “oficial” sobre a criação do doce de leite. No entanto, outras versões asseguram que o libertador José de San Martín provou o doce durante sua estada no Chile, e que na França de Napoleão, em 1815, se consumia “confiture de lait”, muito semelhante ao atual doce de leite latino-americano.

Buenos Aires, como não poderia deixar de ser, reúne alguns dos melhores lugares para provar sobremesa e autênticas receitas porteñas de doce de leite. A Entidade de Turismo de Buenos Aires separou alguns deles:

  • No Elena, o famoso e renomado restaurante do Four Seasons, você pode se lambuzar com maravilhosas panquecas de dulce de leche.
  • Dica imperdível é o flan de dulce de leche na Proper. Depois de desfrutar de uma refeição espetacular com base em produtos locais, você provavelmente não será capaz de resistir ao pudim que a cada dia ganha mais seguidores.
  • Sem dúvida, uma das sorveterias mais recomendadas da capital é a Scanapiecco, que aparece em muitos rankings entre as melhores do mundo. O sorvete de doce de leite é algo que as pessoas nunca esquecem. Pegue um para aproveitar enquanto desfruta do famoso Mercado das Pulgas, no bairro de Colegiales.
  • No bairro de Villa Crespo, a Salgado Alimentos é um estabelecimento italiano que revolucionou o bairro não apenas pelos doces recheados, mas também pela chocotorta: um bolo de chocolate com uma mistura de doce de leite, cream cheese e um toque de conhaque para dar umidez e, para fechar, uma sublime camada de chocolate granulado por cima. Te aconselhamos a deixar espaço no estômago para a sobremesa!
  • Para todos aqueles que visitam Buenos Airesl e desejam voltar com a melhor lembrança de todas, informamos onde comprar a melhor de todas: na loja Dulce de leche & Co existem todas as marcas de doce de leite, além de alfajores, balas e licores. Existem duas unidades, uma em Palermo e outra em Boca, então não há desculpa se voltar pra casa sem presente.

Caso você não esteja planejando uma viagem a Buenos Aires, não há problema. É super fácil preparar o clássico alfajor de doce de leite argentino, para se sentir porteño em sua própria casa:

  1. Para começar, você deve fazer uma massa misturando em uma tigela manteiga em cubos (150 gr), açúcar (70 g), mel (1 colher de sopa), cacau em pó (30 g), ovo, farinha (180 g), amido de milho (80gr), uma pitada de essência de baunilha e uma colher de levedo em pó.
  2. Misture tudo e amasse até obter uma massa uniforme e lisa.
  3. Deixe esfriar na geladeira para obter consistência.
  4. Quando estiver frio, remova e espalhe sobre a mesa de trabalho com a ajuda de um rolo, até obter uma massa de cerca de 5 milímetros de espessura. Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180 ºC.
  5. Depois, corte a massa em discos com um cortador de macarrão de tamanho aproximado de 5 cm. Coloque todos os discos na bandeja do forno. Cozinhe por 20 minutos a 180ºC.
  6. Quando estiverem dourados, remova-os e deixe-os esfriar.
  7. Em seguida, prepare a cobertura. Para fazer isso, derreta 400gr de chocolate junto com 400gr de manteiga em banho-maria.
  8. Finalmente, monte os alfajores. Para isso, forme um sanduíche com duas tapas e encha com doce de leite (quanto mais melhor!), Depois banhe-o na cobertura de chocolate.
  9. Deixe o chocolate restante escorrer em uma prateleira e ponha na geladeira para que a cobertura se solidifique.
  10. Coloque em prato e sirva à gosto.

Você não tem mais desculpas para não apreciar este doce tão viciante, que é a paixão nacional na Argentina!Mais informações: https://turismo.buenosaires.gob.ar/es

Comente sobre esta matéria ;)