SPFW celebração 25 anos

Moda & Style

“O tempo é um tecido invisível em que se pode bordar tudo…” Machado de Assis

É tempo de celebrar. A imaginação, a criação, a realização. Celebrar o verbo, a ação, o fazer. Celebrar todos que participam de um sonho que se faz real no tempo.

Moda tem a ver com mudança e resiliência. A memória do que foi construído nesses 25 anos celebra a força de um processo coletivo de transformação e abre caminho para que essa potência criativa continue a se manifestar em novos patamares e movimentos.

Estamos (mais uma vez) voltados para planejar o futuro em meio a um contexto global complexo e incerto que coloca grandes desafios. O momento exige criatividade. Em um mundo cada vez mais acelerado e volátil, as escolhas que fazemos e as direções que seguimos terão enormes impactos em nossas vidas e no mundo. Ver o mundo com outros olhos é essencial para enxergar outras realidades e desbravar novos territórios.

Muito mais que uma indústria e um negócio, a moda é um fenômeno cultural e social. Um processo que exige experimentação, transformação e adaptação. Uma experiência que vai além da roupa, dialogando com tudo a sua volta, cheia de significados traduzidos em palavras e imagens que falam do seu tempo, projetam o futuro e recriam o passado.

Está cada vez mais claro que estamos vivendo uma nova realidade sem precedentes, e que uma reflexão e reestruturação do sistema se impõe. A desaceleração tem sido uma oportunidade única de refletir sobre tudo que valorizamos e definir novos direcionamentos que nos permitam avançar numa agenda de mudanças (necessárias) e efetivas.

Somos todos agentes dessas mudanças. Mudanças transformadoras que se alinham com nossa evolução coletiva e a capacidade de sentir e fazer o que é certo. Em meio ao isolamento, abrimos um processo amplo, intenso e permanente de escuta e diálogo com redes diversas, que são fonte de energia e novas ideias, validando os valores que nutrimos desde o início.

Liberdade, Diversidade, Criatividade, Coletividade, Conhecimento, Sustentabilidade são compromissos de alma que seguem pautando nossos próximos capítulos. O SPFW é em sua essência um grande encontro de pessoas, um espaço de criação coletiva. Reconhecer o que nos trouxe até aqui permite reafirmar o propósito do que fazemos, para desenhar os próximos passos de um novo ciclo que envolve muitos públicos e vários interesses.

A pandemia teve um grande impacto sobre os profissionais, as marcas e os negócios do setor, mas reiterou a capacidade que a moda tem de se adaptar e inovar. Num momento em que nossas interações no espaço físico se veem por ora limitadas, o SPFW expande o olhar para compartilhar com a cidade momentos que marcaram a história do evento e seus pilares, reconhecendo o impulso criativo plural e diverso e o espaço urbano como seu maior canal de expressão.

Celebrar a potência da criação é a proposta desse momento em que o evento se abre às oportunidades de experimentação no mundo digital, traduzidas em novas narrativas e linguagens que sempre encontraram no SPFW um espaço receptivo de conexão, transformação e visibilidade, do design às artes visuais, passando pelas novas mídias, fotografia, tecnologia, entre outras.

O SPFW sempre foi pensado como um projeto de longo prazo para alinhar movimentos de mercado e trabalhar na construção de uma cultura de moda no Brasil, (reflexo de nossas muitas identidades e de uma natureza diversa, generosa e exuberante). Nunca pensamos em replicar modelos que não fizessem sentido para nossas realidades. As conquistas que colhemos agora são fruto das sementes que foram plantadas ao longo desses 25 anos.

Em face de novos desafios, a resiliência é uma necessidade vital. O momento tem sido propício para que várias reflexões que já vinham sendo feitas na indústria ganhassem um impulso claro (definitivo) de mudança. Um convite a questionar tudo que é tido e aceito como verdade, regra e modelo, para desmontar mecanismos estruturais dominantes e provocar mais uma vez a ação individual e coletiva.

Globalmente, essa é uma indústria avaliada em 3 trilhões de dólares. É a segunda maior atividade econômica mundial em termos de intensidade de comércio – empregando mais de 57 milhões de trabalhadores em países em desenvolvimento, 80 por cento dos quais são mulheres. No Brasil, a indústria responde por mais de 1,5 milhão de empregos diretos e é o maior empregador de mão de obra feminina. Como em outros setores, são muitas as questões que vem sendo endereçadas pela indústria da moda, tanto no âmbito nacional e internacional, na busca por soluções de curto, médio e longo prazo que possam refletir novas necessidades e demandas. Desde ajustes nos calendários globais de lançamentos a questões éticas, de produção e de sustentabilidade, que sempre estiveram na pauta de discussão do evento.

O SPFW é um espaço de conexão e liderança de movimentos coletivos, transversais e colaborativos no mercado da economia criativa. Um facilitador das relações entre diversas redes e atores-chave desse sistema, estimulando o diálogo e as parcerias. Essa imensa indústria criativa tem o potencial de provocar mudanças significativas.

Sempre acreditamos no poder que a moda tem de disseminar uma ideia e fazer com que seja incorporada rapidamente. Ao longo desses 25 anos buscamos nutrir novos olhares, conceitos e pensamentos a partir de temas que podem iniciar movimentos e inspirar mudanças. Experiências e encontros que permitem ressignificar os tempos e abrir espaço para narrativas que ajudam a desenhar novos modelos de mundo no século XXI e a enxergar as pessoas, a moda e o Brasil no lugar da potência.

Abraçar movimentos e quebrar barreiras em torno de temas de pertencimento, gênero, sexualidade, sustentabilidade e racialidade fazem parte da essência do SPFW. Novos contextos precisam sempre ser avaliados para identificar como e onde podem surgir oportunidades. Que futuro é esse se a gente não pegar na mão pra fazer? Quais as novas mudanças que podemos promover juntos? Precisamos fazer mais e precisamos fazer agora.

A transformação só pode ser efetiva se acompanhada de uma mudança da cultura que nos molda e direciona, para abraçar novas perspectivas e olhares diversos.

O futuro será feito das escolhas que fazemos e das sementes que plantamos a cada momento. Com posições e gestos claros, reforçamos nossas crenças e reconhecemos todos que compartilham essa visão de mundo .

Temos a certeza de que o maior estímulo nesse momento é CUIDAR, ACREDITAR E CRIAR. Um estímulo que não passe pelo medo, pela urgência de sobreviver. Um impulso inspirador, um brilho do que está por vir, renovando a crença em nossos valores, nas pessoas e em nossas expressões criativas, colhendo o afeto, a colaboração e o envolvimento de todos que fazem parte dessa construção. É o que celebramos e compartilhamos com todos.

Queremos saber sua opinião sobre esta matéria