Restaurante Kiichi entra no mercado de franquias

Cidade

O Kiichi, restaurante culinária japonesa, grande sucesso em São Paulo com 4 unidades localizadas nos jardins, Vila Olímpia, Vila Mariana e Morumbi, resultado da união do renomado Chef Brito com os empresários Paulo França, Marcos Ferreira e Mauricio Almeida, todos com mais de 20 anos de experiência no ramo, inicia seu plano de expansão por meio de franquias, com condições atrativas na negociação para quem quer investir em um negócio seguro e rentável com toda infraestrutura necessária.

Com 2 modelos de negócio, Full Retrofit, ser um franqueado Kiichi- além de ser um negócio que conta com o “poder” da marca Kiichi – onde certamente o investidor  vai rapidamente atingir o faturamento projetado de 120k/mês e com uma lucratividade média de 12%- tem inúmeras vantagens , como suporte na definição do ponto, fornecedores homologados, consultoria de campo, manuais de gestão, sistema informatizado, projeto arquitetônico, treinamento, apoio na implantação de loja, assessoria de marketing e gestão financeira. Além disso, o Kiichi possui aplicativo próprio para Android e IOS, um canal exclusivo de delivery na internet e nas principais plataformas de delivery nacionais, como IFood, Rappi e Uber Eats.

No modelo de nedócio Full , o investimento é completo, a partir de R$495 mil, há a escolha do ponto e implantação de toda infraestrutura necessária e tem retorno do investimento de 24 a 36 meses.

Já, no Retrofit, o investidor já tem um estabelecimento montado de culinária japonesa e/ou asiática e vai fazer a “virada de bandeira”, fazendo adaptações em seu negócio, o transformando em uma unidade do Kiichi com todos os padrões de qualidade que a marca exige. O investimento, neste caso, é a partir de R$149 mil.

O ramo de comida japonesa já corresponde a 6,8 % do segmento de alimentação, um dos mais tradicionais e que mais crescem dentro do universo de franquias, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising). Subsegmentos, como o de comida japonesa, vêm ganhando destaque nos últimos anos e têm aberto espaço para o surgimento de novos negócios. Ao todo, já são cerca de 11,5 mil restaurantes de comida asiática operando no Brasil, 3 mil apenas na Grande São Paulo e, apesar da concorrência, seguem firmes e em ritmo de expansão.

Mais dados da ABF (Associação Brasileira de Franchising:

  • R$ 19 bilhões foram movimentados só no segmento de restaurantes em 2019.
  • 30 %dos brasileiros preferem ir a estabelecimentos de comida asiática
  • Mais de 20% foi o crescimento anual de 2015 a 2019 do mercado de comida japonesa no Brasil.

Com o Chef Brito a frente da cozinha do restaurante, o Kiichi é pioneiro em oferecer rodízio completo da culinária japonesa, que inclui desde os tradicionais sushis, sashimis e pratos quentes, até itens especialmente elaborados para encantar os paladares mais apurados.

A equipe Kiichi trabalha nos mais elevados padrões de qualidade e atendimento, o que resulta em rapidez no serviço e uma ótima relação custo-benefício para os clientes, que desfrutam de tudo isso em ambientes modernos e acolhedores.

Perfil

Marca: Kiichi

Tipo de negócio: Culinária Japonesa

Ano da fundação: 2007

Início da franquia no Brasil: 2021

Total de unidades no Brasil: 4 próprias

Investimento inicial:

Full: A partir de R$ 495mil (incluindo a taxa de franquia e capital de giro e instalações)

Retrofit: A partir de R$ 149mil (incluindo a taxa de franquia, capital de giro e instalações)

Taxa de franquia: Full R$ 60mil / Retrofit R$ 30mil

Capital de giro: De acordo com o perfil do investidor

Royalties: 5% do faturamento

Taxa de publicidade: 2% do faturamento

Nº de funcionários: 15

Faturamento bruto: R$ 120mil

Lucro líquido: 12%

Prazo de retorno: 24 a 36 meses

Prazo de contrato: 5 anos

Apoio ao franqueado: Definição do ponto, consultoria de campo, treinamento, manuais de gestão, gestão financeira, projeto arquitetônico, assessoria de marketing, sistema informatizado e apoio na implantação da unidade.

Telefone: 11 2373-1173

E-mail: [email protected]

Site: www.kiichi.com.br

Comente sobre esta matéria ;)