Reabertura do turismo nas Bahamas contou com live

#AgitoSP Viagens: Internacional Coronavírus Viagem & Turismo

Reabertura da terceira fase do turismo nas Bahamas contou com live e apresentação dos novos protocolos de viagens e medidas para a retomada

O Ministério do Turismo e Aviação das Bahamas e a TM Latin America apresentaram ontem (15/10) a live “Partiu Bahamas!”, oferecendo ao público brasileiro detalhes das próximas etapas da retomada das Ilhas Bahamas. O encontro virtual aconteceu no mesmo dia em que o país-arquipélago entrou na Fase 3 do Plano de Preparação e Recuperação do Turismo, antes da movimentada temporada de férias, que incluirá a reabertura de praias e grandes hotéis. Dentro do plano, a partir de 1 de novembro de 2020, as Ilhas terão um novo protocolo para receber os turistas do mundo inteiro. 

De forma gradual, a abertura das fronteiras internacionais das Bahamas iniciou em 1º de julho e, desde então, estão sendo realizados diversos procedimentos para garantir a segurança e saúde de visitantes e da população. 

Juanita Ariza, representante do Ministério do Turismo das Bahamas no Brasil, explicou todos os processos que devem ser seguidos na viagem às Bahamas. A executiva convidou parceiros de vários segmentos do turismo das Bahamas, entre eles: Ana Beatriz Di Pietro (Atlantis Resorts), Cris Coelho (Baha Mar), Elizabeth Santos (Hotéis Meliá), Rosmario Santa Cruz (RIU Hotels & Resorts), Naldo Góes (Sandals Resorts), Tino Varela (DMC Nexus Tours), Andre Valentim (Stuart Cove, operadora de mergulho) e Catia Frias (American Airlines). 

Novos protocolos de viagem 

Pela sua localização privilegiada, a poucos quilômetros da Florida, é possível encontrar conexões de diferentes cidades dos EUA, com companhias como American Airlines, Bahamas Air, Delta Airlines, Jet Blue, United Airlines, entre outras. Para quem viaja com a COPA Airlines, a conexão é feita via Panamá. 

Nos preparativos para o embarque, é importante ter em mente alguns pontos. O primeiro é que sete dias antes da viagem, passageiros maiores de 10 anos devem fazer um teste COVID-19 RT-PCR. Uma vez tendo um teste negativo, os viajantes deverão solicitar um visto de saúde eletrônico, onde o resultado do teste deve ser enviado. O custo do visto dependerá do tempo de permanência, já que, a cada 96 horas de permanência no país, deverá ser feito um novo teste. 

*Todas as pessoas que entrem nas Bahamas e fiquem mais de 4 noites e 5 dias devem fazer um segundo teste de antígeno COVID-19. Os visitantes que partem no dia cinco não serão obrigados a fazer o teste. 

Ao chegar às Bahamas, a partir de 1 de novembro, os turistas também vão encontrar novos protocolos de entrada. Logo após o desembarque, os passageiros maiores de 10 anos deverão fazer um teste rápido de antígeno de COVID-19. Na migração, todos os documentos obtidos até o momento devem ser apresentados: passaporte, visto de saúde expedido pelo Governo das Bahamas, resultado negativo do RT-PCR com no máximo 7 dias de antecedência, certificado internacional da vacina contra a febre amarela, informações de reservas hoteleiras e passagem de saída do arquipélago. 

É importante lembrar que todas as ilhas exigem o uso de máscaras e o distanciamento social adequado em locais públicos. 

A live completa pode ser assistida aqui. 

Para obter mais informações sobre as Ilhas das Bahamas, visite o site oficial.

Queremos saber sua opinião sobre esta matéria