Radial Leste e Moreira Guimarães terão bloqueios a partir de segunda-feira para elevar isolamento social

Cidade Coronavírus

Primeiro dia de bloqueios será educativo, para adaptação dos paulistanos, mas a partir de terça-feira (5), os fiscais da prefeitura vão começar a barrar os carros para evitar a circulação desnecessária.

A Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo definiu nesta sexta-feira (1) quatro endereços onde serão realizados bloqueios por parte da prefeitura como medida para aumentar o isolamento social na capital paulista. 

Os bloqueios definitivos foram anunciados nesta quinta-feira (30) pelo prefeito Bruno Covas e começam a valer a partir de segunda-feira (4), inicialmente, em quatro vias.

De acordo com o secretário Edson Caram, o primeiro dia de bloqueios será educativo, para adaptação dos paulistanos, mas a partir de terça-feira (5) os fiscais da prefeitura vão começar a barrar efetivamente os carros para evitar a circulação desnecessária na cidade. 

Os quatro endereços definidos até agora pela prefeitura são nos seguintes cruzamentos: 

  • Zona Sul: Avenida Moreira Guimarães (B/C) x Avenida dos Bandeirantes
  • Zona Norte: Avenida Santos Dumont (B/C) x Avenida do Estado
  • Zona Leste: Avenida Radial Leste (B/C) x Rua Pinhalzinho,
  • Zona Oeste: Avenida Francisco Morato (B/C) x Rua Sapetuba

No primeiro dia, os bloqueios vão começar no horário de pico da manhã, de 7h às 9h e as vias terão uma faixa livre para circulação de carros.

A partir de terça-feira (5), só ficará livre a faixa de ônibus por onde também poderão passar ambulâncias e veículos de saúde ou funerários. 

“A ideia é dificultar a saída de casa dos paulistanos, para que eles saiam só em situações de extrema urgência, porque o isolamento social precisa subir. Todos precisam entender que se a situação continuar como está, daqui 15 dias não haverá mais leito de UTI na cidade para atender os pacientes do coronavírus”, afirmou Edson Caram à GloboNews. 

As medidas, segundo o prefeito Bruno Covas, têm como objetivo aumentar a taxa de isolamento social no estado de São Paulo chegou a 46% nesta quinta, a menor desde o início da quarentena, enquanto o ideal para combater a propagação do coronavírus é de 60% a 70%, de acordo com as autoridades sanitárias do estado. Na capital paulista, a taxa de isolamento foi de 47%, apenas um ponto percentual acima do índice estadual.

Fonte: G1

Comente sobre esta matéria ;)