Pousada do Quilombo recebe exposição de obras do pintor marroquino Snobbigasor

Artista é um heterônimo criado por dois artistas plásticos brasileiros após fusão artística

Pela primeira vez, o pintor marroquino Siul Emrehiug Snobbigasor apresenta suas obras na Pousada do Quilombo Resort, em São Bento do Sapucaí, interior de São Paulo, a partir do dia 6 de janeiro. É por meio da exposição “Interferências” que o artista quer causar grandes impressões. O expositor é um personagem, criação dos amigos e artistas plásticos Billy Gibbons e Luís Rosa, que se uniram e conceberam uma coleção a quatro mãos.

O heterônimo surgiu para explicar o resultado da junção das técnicas (ou interferências, termo que virou título da mostra e de um projeto) utilizadas pelos pintores no processo criativo conjunto. Iniciada há 10 meses, a parceria tomou grandes proporções a ponto de criarem um personagem fictício com a combinação dos nomes: Luís Guilherme Rosagibbons que se transformou em Siul Emrehliug Snobbigasor.

As 19 obras que farão parte da exposição foram pintadas por meio da junção de técnicas e de interferências recíprocas ao longo do tempo. As telas são em acrílica sobre a tela.

O estilo de pintura adotado por Snobbigasor é o informalismo gestual lírico. “A atmosfera é o mistério. Pintar é uma atividade única. Porque só a existência não basta”, destaca o artista-personagem.

“Percebemos que estávamos pintando como nunca havíamos pintado antes e que estava surgindo uma nova técnica gerada pelo trabalho conjunto. Daí a ideia de criar o heterônimo e o nome do projeto, pois não era a forma de pintar que estávamos habituados”, ressalta Gibbons.

O projeto conta também com o auxílio do poeta sambentista Tarcísio Bregalda, que nomeou as obras, entre elas “Festa em Fez” e a “Infância do Mundo”, referências a vida de Snobbigasor no Marrocos.

Após a exposição, o objetivo é continuar a pesquisa por novas tintas, pigmentos, formatos e suportes que deve se estender por mais três anos com novas obras conjuntas e a publicação de um livro.

Siul Emrehiug Snobbigasor

O artista-personagem tem até uma história. Nasceu na cidade de Fez, famosa pelas tinturarias do Marrocos onde se produz pigmentos para tingir lã, azulejos e couros. É de lá que vem a inspiração para seu estilo de pintura. Aos 68 anos, pai de seis filhos e uma história de vida cheia de emoções e arte, costuma dizer que é “um garimpeiro de erros e acertos”, reforçando que “pintar é uma atividade única, pois a existência por si só não basta”.

Billy Gibbons

Nascido em São Paulo em 1947, Billy Gibbons sempre trabalhou com imagens das mais variadas formas, utilizando-se de todos os meios para sua articulação. Como publicitário, trabalhou como diretor de criação, diretor de arte, fotógrafo e Ilustrador, recebendo diversos prêmios nessa atividade. Como artista plástico, realizou exposições em instituições culturais no Brasil e na Espanha. Fez parte do grupo de estudo expressionista San Clemente, na Espanha. Foi um dos precursores do Grafite no Brasil. Seus trabalhos transitam nos extremos das linguagens, entre a figuração realista e a abstração. Vem realizando uma intensa exploração de texturas, suportes, novos meios de produção de imagens, pesquisando tintas, cores e pigmentos.

Luís Rosa

Luís Rosa, nasceu em 1952 na periferia de São Paulo e foi incentivado pelo pai aos 16 anos a enveredar pelos caminhos da pintura, primeira e sempre presente ocupação. Formou-se em Arquitetura e Urbanismo em 1978 com experiência profissional e atuante nas áreas da construção civil, cenografia de teatro e TV. Próximo de completar 50 anos de Pintura, conta com exposições coletivas e individuais em seu histórico e parte de suas obras se encontram em coleções particulares, bem como em instituições socioculturais e Religiosas. Sua arte percorreu várias escolas indo do Acadêmico, passando pelo Expressionismo e hoje percorre na fronteira do Figurativo com o Abstrato.

Sobre a Pousada: Situada em São Bento do Sapucaí, a 185 quilômetros de São Paulo, a Pousada do Quilombo Resort possui uma estrutura construída especialmente para quem busca conforto, tranquilidade e o merecido descanso na Serra da Mantiqueira. Em seus 170 mil metros quadrados com vista para a Pedra do Baú, conta com 40 apartamentos e oferece um ambiente aconchegante com piscina, jacuzzi, academia, recreação infantil, lounge, playground, museu, café, restaurante, agência de turismo e um Centro de Convenções para eventos com até 150 convidados.

Para saber mais, acesse: http://www.pousadadoquilombo.com.br/

Comentários no Facebook