Ortopedista do HCor aponta cuidados para prática esportiva na infância

Cidade Saúde

Segundo o Prof. Dr. Rene Abdalla, antes de completar 7 anos, o ideal é realizar atividades recreativas para evitar esforço demasiado e possíveis lesões

Além de contribuir com a saúde do corpo e mente a prática de esporte traz disciplina e momentos de descontração. É na infância que a criança deve ser incentivada a descobrir a atividade que mais lhe agrada. Porém, é um momento que requer cuidado e atenção para não provocar esforço demasiado e possíveis lesões.

“A maturidade esquelética e motora para prática de esporte coletivo chegará a partir dos sete anos de idade. Antes, é indicado somente momentos recreativos com atividades que envolvam corridas, pulos e também brincadeiras na água, sempre com supervisão de adultos”, esclarece o Prof. Dr. Rene Abdalla, ortopedista e diretor médico do Instituto do Joelho HCor.

Um dos esportes mais indicados é a natação que diminui consideravelmente os riscos de quedas e lesões, além de promover autoconfiança. Além disso, a natação auxilia com a melhoria de problemas respiratórios e a formação da estrutura corporal.

“A cada nova fase a criança irá ter contato com diversas modalidades esportivas e, gradativamente, a competitividade irá aumentar. Vale lembrar que é necessário sempre consultar um especialista para que o profissional possa fazer uma avaliação mais detalhada e liberar a criança para praticar atividade física”, destaca Dr. Rene.

Prática esportiva e segurança

A coordenação motora infantil, ainda em desenvolvimento, implica menor velocidade de reação física em comparação com a dos adultos. Conforme as crianças crescem e se fortalecem, os riscos de lesões também aumentam e são mais comuns nas brincadeiras em parquinhos e bicicleta. “Geralmente são quedas, batidas ou torções. As crianças são curiosas e cheias de energia, então, a melhor maneira de evitar sustos e a prevenção”, alerta Dr. Rene.

Dicas de prevenção

  • Antes de iniciar qualquer atividade procure orientação médica.
  • Equipamentos de segurança como capacetes, joelheiras e cotoveleiras são importantes em atividades como bicicleta, skate, patins e patinetes.
  • A escolha do tipo e tamanho do tênis auxilia com o conforto nas atividades e diminui o risco de lesões.
  • O futebol praticado em gramados exige o uso de chuteira, pois promove melhor aderência ao campo, evitando escorregões e quedas.
  • Não se deve praticar qualquer tipo de esporte descalço ou com sandálias, para evitar lesões mais sérias nos pés.
  • Roupas confortáveis também auxiliam com conforto e mobilidade.
  • Todas as atividades devem ser supervisionadas por um adulto.

Comente sobre esta matéria ;)