Medidas que contribuem em bons hábitos alimentares

Saúde

O Dia Mundial da Alimentação, celebrado em 16 de outubro, surgiu com a proposta de conscientizar a população mundial sobre a fome, obesidade, segurança alimentar e importância dos alimentos para a vida. Neste ano, o tema escolhido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) foi “nossas ações representam nosso futuro: dietas saudáveis para um mundo fome zero”.

Para homenagear essa data e incentivar a segurança nutricional e a sustentabilidade, a equipe de Marketing-Nutrição da Ajinomoto do Brasil preparou uma lista com dicas para repensar os hábitos alimentares:

• Redução do sódio
Brasileiros consomem mais que o dobro da porção diária de sal recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Enquanto a quantidade indicada é de no máximo cinco gramas por dia, o consumo por pessoa no País é de cerca de 12 gramas, conforme o Ministério da Saúde.

O consumo excessivo de sódio pode acarretar doenças cardiovasculares como hipertensão, infarto e acidente vascular cerebral (AVC). De acordo com a Sociedade Brasileira de Cardiologia, se a população brasileira consumisse a quantidade de sal recomendada pela OMS, haveria uma redução de 15% nos óbitos por AVC e 10% nos óbitos por infarto.

Visando incentivar a redução de sódio e a melhoria dos hábitos alimentares da sociedade, a equipe de Marketing-Nutrição da Ajinomoto do Brasil, responsável pelo site Sabores Ajinomoto, retestou mais de 1.500 receitas de seu portfólio e retirou até agora um total 6,6kg de sal da lista de ingredientes.

“A Ajinomoto do Brasil segue diretrizes que têm como objetivo contribuir com a saúde e o bem-estar da população”, conta a gerente de Marketing-Nutrição e Relacionamento com o Consumidor da Ajinomoto do Brasil, Priscila Andrade. “Nossas ações visam incentivar práticas de educação nutricional utilizando receitas balanceadas e saborosas, além de ajudar o consumidor a utilizar os nossos produtos de forma equilibrada”.

A empresa também conta com um aliado na redução de sódio em seu portfólio, o AJI-NO-MOTO®. Ao substituir metade da quantidade de sal utilizada nas preparações por AJI-NO-MOTO®, o sabor da receita será mantido e o teor de sódio poderá ser reduzido em até 37%.

• Alimentação para Vencer – Kachimeshi®
A redução de sódio não é a única medida essencial para manter a saúde em dia. Alimentar-se corretamente, ou seja, de forma balanceada, é a base fundamental para alcançar os objetivos de saudabilidade, mantendo o corpo saudável, fortalecendo o sistema imunológico e prevenindo o aparecimento de doenças.

Para atingir essa meta, é necessário entender que todos os alimentos são importantes em uma alimentação balanceada e quais são os grupos de alimentos que fornecem nutrientes e vitaminas e que devem ser consumidos com frequência, pois são indispensáveis para o bom funcionamento do corpo humano.

Esses grupos podem ser divididos em: carnes e ovos – fontes principalmente de proteínas; leites e derivados – ricos em proteínas, vitaminas e minerais; legumes e verduras – fornecem fibras, vitaminas e minerais, além de serem oxidantes naturais; frutas – excelentes fontes de fibras, vitaminas e minerais; açúcar, sal e gordura – que devem ser consumidos com moderação; cereais e tubérculos – principal fonte de energia; leguminosas e oleaginosas – fonte de proteína vegetal e fibras.

“A Ajinomoto do Brasil também tem o compromisso de disseminar o conceito Alimentação para Vencer – Kachimeshi®, um programa de educação nutricional criado pela Ajinomoto do Japão”, explica Priscila Andrade. “No Brasil, esse programa se propõe a compartilhar conhecimentos para incentivar uma alimentação saudável e que atenda às necessidades específicas de diferentes estilos e fases da vida”.

• Combate ao desperdício
No Brasil, cerca de 23,6 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados por ano, enquanto 5,2 milhões de pessoas passam fome, segundo pesquisa divulgada pela FAO.
De acordo com estudos feitos pela Fundação Getúlio Vargas, a influência cultural é um dos principais fatores que contribui para esse desperdício, pois brasileiros tendem a associar a abundância de alimentos à hospitalidade, cuidados com a família e status social.

Para mudar esse cenário, é importante disseminar a prática de reaproveitamento de alimentos assim como dicas de armazenamento e diferentes formas de preparo, já que muitos pratos podem se tornar ingredientes para novas receitas. Pensando nisso, a equipe de profissionais de Marketing-Nutrição da Ajinomoto do Brasil preparou uma lista de receitas práticas para aproveitar aquelas preparações que ficaram guardadas na geladeira. 

Queremos saber sua opinião sobre esta matéria