Luan Santana faz live neste domingo (22/11) direto do Pantanal

Final de Semana Música

Engajado em causas sociais, Luan Santana, nascido em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, tem se movimentado de todas as formas para ajudar o Pantanal, que enfrenta estragos irreparáveis causados pelas queimadas dos últimos meses. O cantor,  que já promoveu leilão, escreveu música, lançou clipe e idealizou produtos para sua marca, vem incansavelmente lutando por uma das maiores extensões úmidas contínuas do planeta.  

No próximo domingo (22/11), uma nova ação do artista: a partir das 17h, ele transmitirá, diretamente do Rio Paraguai, seu show virtual que consiste, também, em arrecadar fundos ao movimento “O Pantanal Chama”, idealizado por ele e pela Ideas promoções, para ajudar a Instituto SOS Pantanal, que atua na conservação e defesa do bioma.  

“Eu e minha família sempre gostamos de pescar e de estar em contato com os animais. Minha vida sempre foi ao lado deles, tanto que, se eu não fosse cantor seria biólogo. Faria biologia, que era uma matéria que eu curtia mais na escola. Vou ao Pantanal desde quando eu era criança. Meu universo lúdico sempre foi real. Não virei biólogo, mas, com a música, ajudo a causa”, declara Luan. 

Sem internet na área, ele irá viajar durante 12 horas sob as águas para chegar à região escolhida, onde o palco está projetado, trazendo aos fãs, uma estrutura inédita de internet que garantirá toda a transmissão. Os internautas poderão acompanhar tudo através das redes do cantor e também do canal National Geographic. 

No repertório, Luan também promete os grandes clássicos do segmento, como “Chalana”, “No Rancho Fundo”, “Um Violeiro Toca”, e outras melodias que marcaram suas idas ao Pantanal durante toda a vida. O artista apresentará ainda, seus grandes sucessos, como “Asas”, “Choque Térmico” e “Meteoro”, não deixando de lado, “Grito Entre As Cinzas”, canção que escreveu para angariar fundos a iniciativa.  

No último dia 11, o cantor viajou até Corumbá, para ver de perto toda a vegetação que os incêndios já consumiram e a tragédia na fauna. O território já supera nove vezes o tamanho da cidade de São Paulo, deixando o cantor desolado. “Fiquei tão impactado em me deparar com aquele paraíso assim, todo cinza, como uma cena de filme de guerra. A minha visita foi para descobrir essas respostas. E lutar para que muitos possam me ajudar”, afirma. 

Em tempo: Luan Santana concilia este projeto com outros diversos feitos, que possuem o objetivo de salvar o Pantanal. O audiovisual intitulado “UM GRITO ENTRE AS CINZAS”, parceria com Matheus Marcolino, foi lançado no dia 12 de novembro, data em que comemora-se o  “Dia do Pantanal”, firmando uma união com o canal National Geographic.  

LEILÃO DE FIGURINO – VIVA O PANTANAL 

Luan também faz o leilão de um de seus figurinos mais marcantes usados em seu recente DVD, “Viva”, gravado em Salvador (Ba). A doação será revertida para a instituiçãoARARA AZUL. A peça escolhida é a calça listrada que ele usou ao interpretar as músicas “Água com Açúcar”, “Boa Memória”, “Choque Térmico” entre outras. A peça em questão marcou ainda o momento em que o astro tira a camiseta e joga para o público, ao cantar o hit “A”. 

Participe do leilão através do link : 

 https://www.satoleiloes.com.br/leilao/index/leilao_id/5246/lote/38938 

MANIFESTO – 

Luan ainda convida o público em geral para assinar o manifesto “O Pantanal Chama”, disponível www.sospantanal.org.br/movimentoopantanalchama 

O documento reforça o alerta às autoridades públicas sobre a atenção de que a região carece e de seu valor ambiental, não só para o planeta, mas, principalmente, para o nosso país e o nosso patrimônio perante o mundo. 

Ajude o movimento através dos links: 

Para doar: (www.sospantanal.org.br

Para adquirir produtos com estampas do Pantanal e criados pelo artista: www.luansantanashop.com.br 

Para participar do leilão com figurino do cantor: www.satoleiloes.com.br/leilao/index/leilao_id/5246/lote/38938

Queremos saber sua opinião sobre esta matéria