Coronavírus avança pelo mundo com intensos reflexos no Brasil. Aulas e eventos são cancelados

Coronavírus

Sociedade Brasileira de Infectologia solta comunicado e reforça medidas preventivas mais eficazes para reduzir a capacidade de contágio; entre elas etiqueta respiratória e uso de álcool em gel 70° frequente nas mãos

A medida que o Coronavírus avança pelo mundo, o cenário e o impacto no Brasil são alterados com muitos reflexos em todos os aspectos sociais e econômicos. O Ministério da Saúde divulgou nesta quinta-feira (12/03) 88 casos da doença no país e há 1.427 casos suspeitos. Com o crescente número da doença, outras medidas para contenção do vírus estão sendo adotadas. Em São Paulo são 46 casos confirmados.

A Sociedade Brasileira de Infectologia veiculou nota, após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar pandemia. Entre outras explicações, foram divulgadas precauções mais eficazes para reduzir a capacidade de contágio, entre elas a etiqueta respiratória e o uso de álcool em gel 70° frequente nas mãos.

Com a mudança do status da doença no mundo feita pela OMS, a pandemia atinge grandes proporções, se espalhando por todo o mundo, causando inúmeras mortes.

Diante desse cenário, aumentou ainda mais a corrida por álcool em gel. A Companhia Nacional de Álcool (CNA), que representa 70% do mercado de álcool em todo o país, tem implantado novas medidas para atender prioritariamente ao mercado interno com o álcool em gel.

Para isso, foram criadas pelo menos mais 90 vagas de emprego, o que gera cerca de 70% a mais de pessoas contratadas para trabalhar na empresa. O início do trabalho do terceiro turno foi antecipado, a fim de atender ao mercado interno. Começou a funcionar na quarta-feira (11/03). A previsão era de implantá-lo somente no dia 16.

De acordo com o diretor industrial da empresa, Júlio Alonso, a fabricação média era de 120 mil frascos de 400 gramas por mês, o que vinha acontecendo até janeiro deste ano. Em janeiro houve aumento de 50%. Em fevereiro, a demanda aumentou 10 vezes mais, o que representou a fabricação de 1.200 milhões de frascos de 400 gramas. Até a primeira semana de março, aconteceu um crescimento 18 vezes maior da demanda, o que representou um aumento de 1.700% mil a mais, ou seja, uma produção de 2.160 milhões de frascos.

A Companhia Nacional de Álcool é fabricante das marcas Coperalcool, Zulu, Zumbi e Da Ilha. A Empresa é líder no segmento de álcool, há 71 anos no mercado. É também a responsável pela fabricação do álcool em gel de limpeza e o gel para mãos 70°, que é certificado pela Anvisa como o produto recomendado para a higienização das mãos. Há ainda o álcool em panos umedecidos para uso em superfícies, também 70°, e o álcool 46° líquido, com efeito bactericida, que proporciona limpeza com ação livre de bactérias por até seis horas de duração.

Comente sobre esta matéria ;)