Confira as novas versões de hits do Jota Quest criadas por fenômenos da internet

Fãs podem conferir as faixas e os videoclipes nas plataformas digitais;


novas versões fazem parte do projeto Jota Quest Collab by Roland em parceria com o YouTube

Crédito: Filipe Costa / Jota Quest Collab by Roland

A banda Jota Quest acaba de ganhar releituras de quatro canções de sucesso do seu setlist. Mussa, Mari Nolasco, Gabriel Elias, e Jão, que juntos somam mais de 10 milhões de inscritos em seus canais no YouTube, criaramnovas roupagens para as canções Na Moral, Só Hoje, O Vento, e Amor Maior na base do rap, do folk, do reggae e do indie rock, respectivamente. As novas versões fazem parte do projeto Jota Quest Collab by Roland em parceria com o YouTube.

A apresentação do projeto aconteceu em um show exclusivo no YouTube Space Rio, com transmissão online, na última terça-feira (06). A partir de agora, os fãs podem conferir as faixas e o videoclipe de cada uma das parcerias dos artistas com a banda. Os vídeos estarão disponíveis a partir de hoje em seus respectivos canais no YouTube: Mussa, Mari Nolasco, Gabriel Elias, Jão. Além dos videoclipes, é possível ouvir as faixas, disponíveis nas plataformas digitais Spotify, Deezer, Napster e Apple Music.

Confira os bastidores: Mussa; Mari Nolasco; Gabriel Elias; Jão

Jota Quest Collab by Roland
A Roland Brasil, principal fabricante e distribuidora de instrumentos musicais eletrônicos do mundo, em parceira com o YouTube, propôs o desafio a este time de peso: cada YouTuber deveria escolher e produzir, à sua maneira, uma releitura de uma canção do Jota Quest. Aos integrantes da banda, caberia atuar como coprodutores, gravando, mixando e interagindo com as novas versões, sob a perspectiva de cada YouTuber.

Clique e assista ao videoclipe de Na Moral com Jota Quest e Mussa. 
Clique e assista ao videoclipe de Só Hoje com Jota Quest e Mari Nolasco.
Clique e assista ao videoclipe de O Vento com Jota Quest e Gabriel Elias.
Clique e assista ao videoclipe de Amor Maior com Jota Quest e Jão.
 

 

Comentários no Facebook