Como anda a seleção brasileira de carros de 2014?

Cidade

Que fim levaram os 11 carros mais vendidos na época do 7×1? Confira se eles ainda batem um bolão ou se penduraram as chuteiras

O mês de julho de 2014 é de triste lembrança para a Seleção Brasileira de Futebol. Depois de levar uma sapecada de 7×1 da seleção alemã, o Brasil perderia o terceiro lugar para a Holanda por um placar nada honroso de 3 a 0. Neste meio tempo, a seleção escolhida pelo comprador de carros, com os 11 modelos mais vendidos do Brasil, era composta por Fiat PalioVW GolChevrolet OnixFiat StradaFord FiestaHyundai HB20Fiat SienaFiat UnoChevrolet PrismaVW Voyage e VW Saveiro, nessa ordem. Diante de uma nova Copa do Mundo, como anda essa turma?

A KBB Brasil fez um levantamento sobre o preço desses automóveis em 2014 e seus modelos correspondentes atuais, para mostrar aos consumidores os modelos que mais e menos desvalorizaram nesses quatro anos.

De saída, o time teve duas baixas. Fiat Palio e Fiat Siena anunciaram que abandonariam as concessionárias. O Fiesta até continua jogando, mas sem a mesma animação daqueles tempos. Está na segunda divisão, para lá do 30º lugar. Dificilmente algum técnico o colocaria no selecionado das vendas. O Onix, novato no time de 2014, se consolidou como o craque no ataque ao mercado e ganhou a bola de ouro por 3 anos seguidos. Fora que chegaram novos jogadores para embolar o meio de campo, como Jeep Compass e Honda HR-V, para ficar nos crossovers, VW PoloRenault Kwid e Ford Ka, entre os hatchbacks compactos, e Fiat Toro, que dispensa apresentações.

Essa é a realidade atual do time brasileiro, mas e se não houvesse renovação? Se tivéssemos continuado com os 11 selecionados pelo mercado em 2014, os modelos teriam mudado de posições em campo. Especialmente levando em conta suas desvalorizações. Vale ressaltar que são valores aproximados, considerando a amplitude de versões (e preços) que cada um destes veículos tinha. Confira a tabela abaixo:

Modelo Preço da versão de entrada – preço do topo de linha (2014) Preço da versão de entrada – preço do topo de linha (2018) Desvalorização
VW Gol R$ 22.100 a R$ 52.000 R$ 34.700 a R$ 51.900 16,6%
Hyundai HB20 R$ 35.000 a R$ 52.300 R$ 41.500 a R$ 66.790 22,2%
VW Voyage R$ 34.200 a R$ 54.000 R$ 43.000 a R$ 58.150 23,1%
Fiat Siena R$ 31.000 a R$ 49.900 R$ 43.990 a R$ 58.700 28,7%
Fiat Strada R$ 33.000 a R$ 59.600 R$ 45.900 a R$ 74.900 35,7%
Chevrolet Onix R$ 32.000 a R$ 50.379 R$ 43.290 a R$ 67.890 35,7%
Fiat Palio R$ 22.600 a R$ 44.600 R$ 38.990 a R$ 49.990 41,5%
Chevrolet Prisma R$ 32.000 a R$ 49.200 R$ 47.790 a R$ 69.690 41,6%
VW Saveiro R$ 28.000 a R$ 54.100 R$ 48.390 a R$ 80.690 56,1%
Ford Fiesta R$ 25.000 a R$ 59.600 R$ 44.200 a R$ 72.300 58,8%
Fiat Uno R$ 25.000 a R$ 34.400 R$ 44.000 a R$ 52.400 64,6%

Em um esquema 3-5-2, teríamos no ataque GolHB20 Voyage, com uma desvalorização média de 16,6%, 22,2% e 23,1%, respectivamente. No pelotão intermediário ficariam os Fiat Siena e StradaChevrolet OnixFiat Palio Chevrolet Prisma. As desvalorizações dessa turma nos últimos 4 anos foram de 28,7%, 35,7%, 35,7%, 41,5% e 41,6%, respectivamente. Na zaga ficam VW Saveiro (56,1%) e Ford Fiesta (58,8%). Sem condição de correr o campo todo, só resta ao Fiat Uno ser o guarda metas, com desvalorização de 64,6%. Ou quatro vezes o valor que o Gol perdeu de 2014 a 2018.

Comente sobre esta matéria ;)