“Papo de Barbearia” com Alice

Novembro Azul Saúde

Durante o mês de conscientização sobre prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, Alice apresenta conteúdos informativos sobre saúde masculina e disponibiliza gratuitamente o serviço Alice Agora para consultas com seu Time de Saúde

Estamos em Novembro Azul, mês de conscientização do câncer de próstata e para falarmos sobre a saúde do homem, trazemos o #PapodeBarbearia (nos nossos canais), uma série de conversas entre Willy Baccaglini, urologista da Comunidade de Saúde Alice, e @lucasvivot, influencer digital. Nela, convidamos o público masculino a reflexões e mudanças de comportamento para uma vida mais saudável.

De acordo com o INCA (Instituto Nacional de Câncer) o Brasil terá só neste ano 65.840 novos casos da doença – o que reforça a importância dos cuidados de saúde incluindo a prevenção e o diagnóstico precoce, que podem salvar vidas. Mas a prevenção é algo que a gente só consegue fazer quando se tem tempo, informação e motivação. E como a pauta aqui está relacionada com o público masculino, sabemos que um comportamento muito comum nos homens é ter uma frequência menor de cuidados com a saúde, incluindo nem falar sobre o assunto. 

Pensando nisso, fomos entender os motivos pelos quais o assunto é tão velado entre homens “Culturalmente existe uma divisão entre o que é ou não coisa de homem – a figura masculina é muitas vezes vista como super homem, imortal, o que elimina os cuidados com a saúde”, afirma Roberta Savattero, diretora de marketing da Alice.

Mas mesmo evitando falar sobre esses assuntos, existe um espaço em que os homens se sentem mais à vontade para abrirem seus corações: a barbearia {até que nesse ponto a mulherada também compartilha um bom papo de salão}. É lá que os homens não só fazem barba e cabelo, mas também encontram cumplicidade para falar sobre temas mais ‘cabeludos’, incluindo a saúde masculina. 

A partir disso, criamos o #PapodeBarbearia, um bate papo descontraído entre Baccaglini e Lucas sobre masculinidades, prevenção e saúde mental. A partir de quando é preciso fazer exames? Quais são eles? Qual é a relação da próstata com potência sexual? Só é preciso se preocupar quando sentir dor?  Esses e outros questionamentos permearam a série. “Queremos abordar o tema de um jeito inédito, trazendo um novo olhar para o que é “coisa de homem” e o que é saúde. A ideia é desconstruir mitos e levar conteúdo relevante de um jeito divertido” afirma Roberta.

“Quando o assunto é cuidar da saúde, existe uma grande diferença cultural entre homens e mulheres. O homem tem a falsa autossuficiência e um certo preconceito com relação às consultas de rotinas e exame de toque. Já as mulheres são incentivadas a irem desde cedo ao ginecologista. Quando um homem procura um médico, geralmente é levado por uma mulher.” afirma Baccaglini.” O homem deveria procurar o médico desde cedo para se conhecer melhor e ter uma vida mais dedicada ao autocuidado”, completa.

Para incentivar os homens a entrarem nessa conversa e irem além da cadeira do barbeiro para cuidar da saúde de um jeito descomplicado, abrimos o app Alice para que todo mundo possa conversar com os profissionais do Time de Saúde, através do Alice Agora, nosso canal digital da marca. As pessoas vão poder tirar dúvidas e receber orientações adequadas para cada perfil sobre os mais diversos temas de saúde. Todos que fizerem o download do aplicativo poderão utilizar o serviço Alice Agora durante dois dias. É fácil, seguro e anônimo.

O serviço funciona todos os dias, das 7h às 21h. Todos os profissionais que atendem pelo app são de carne e osso e formados em instituições de renome, como USP e Unifesp e com passagens por hospitais de ponta, como Albert Einstein e Sirio Libanês.

Topa entrar nessa conversa?

Queremos saber sua opinião sobre esta matéria