Animais de pessoas em situação de rua também têm abrigo noturno garantido em Itapevi

Cidade Pets

Enquanto os donos são acolhidos para pernoite em hotel, cães são levados para Canil Municipal, alimentados e devolvidos pela manhã Mais uma importante ação de proteção às pessoas em situação de rua foi implantada pela Prefeitura de Itapevi nesta quinta-feira (29). A partir de agora, todas as pessoas que estejam dormindo na rua e que tiverem algum animal de estimação também terão um abrigo garantido para seus bichinhos nas noites frias de inverno.

Todos os dias, enquanto a equipe do ‘Programa Amor Acolher’ estiver na busca ativa dos moradores de rua para o pernoite em hotel, se for constatado que alguém tenha em sua companhia algum animal de estimação, a pessoa também será convidada a autorizar que seu bichinho seja encaminhado para o canil da Prefeitura, onde ele será alimentado e poderá dormir em um local quente e limpo.

Assim, além de estar seguro contra o frio no hotel, com acesso a sopa, banho quente e um quarto limpo com cobertores, o hóspede também ficará tranquilo sabendo que seu amiguinho está seguro, alimentado e aquecido no canil. Pela manhã, o animal será devolvido ao dono no mesmo local onde eles se despediram na noite anterior.

Para esta ação, a equipe do ‘Programa Amor Acolher’, mantido pela Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania, conta com o apoio dos agentes da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa dos Animais.

Canal com a população
Além da busca ativa realizada pelos assistentes sociais, a Prefeitura também disponibiliza um canal direto com a população que deseja solicitar acolhimento a pessoas que dormem nas ruas, nas noites de inverno.

A rede de proteção funciona assim: caso o cidadão presencie alguma pessoa dormindo na rua ou procurando abrigo, deve ligar para o telefone (11) 4141-0474. O agente pegará o endereço e um ponto de referência e solicitará que uma equipe do ‘Programa Amor Acolher’ vá até o local e converse com a pessoa em situação de rua, oferecendo a pernoite em hotel.

O acolhimento das pessoas em situação de rua é feito sempre de maneira espontânea. Quem não aceita a pernoite, recebe um cobertor e orientações para se proteger do frio. Todos em situação de rua contatados pelas equipes da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania são cadastrados e acompanhados pelo Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua).

Comente sobre esta matéria ;)