1ª Taça da São Silvestre está no acervo do Clube Esperia

Há mais de 90 anos, o Clube Esperia, um dos mais tradicionais da capital paulista, mantém em seu acervo uma verdadeira relíquia: a 1ª Taça da São Silvestre.

Realizada em 1925, a 1ª edição competição teve como campeão o atleta esperiota Alfredo Gomes. Considerado um dos pioneiros do Atletismo no Brasil, Alfredo trabalhava como eletricista e em seus momentos de lazer dedicava-se à sua paixão: a corrida. Para vencer, o atleta concluiu um percurso de 6,2 mil metros em 23min10s.

Outro Esperiota que conquistou a São Silvestre foi o italiano, Heitor Blasi, que realizou um percurso de 6,2 mil metros em 23min. O atleta conheceu Alfredo Gomes nas Olimpíadas de Paris em 1924, e foi convidado por ele para integrar a equipe de corredores do Clube.

Juntos, Alfredo Gomes e Heitor Blasi se alternaram em conquistas pelo Clube como: “Volta de São Paulo (Prova Estadinho)”, “Urbino Taccola”, “Volta de Campinas”, “Corrida Rústica Fanfulla” e “São Silvestre”.

Além do troféu, o Clube conserva em seu Arquivo Histórico fotos, documentos, jornais e revistas da época, além de outros materiais que têm sido referência para historiadores, estudantes e outros interessados em pesquisar dados da São Paulo antiga e do Rio Tietê.

Com uma vida de conquistas e dedicação ao esporte, o Alfredo Gomes faleceu na pista de Atletismo do Esperia, em decorrência de um ataque cardíaco, após o treino. Atualmente seu neto, Walter Gomes, participa de competições de atletismo, inclusive da São Silvestre.

Comentários no Facebook